Vacinação: pode ou não tomar estando com sintomas gripais/covid?

Especialistas abordam a questão dos potenciais perigos da imunização em meio a sinais como febre, desconforto e dores musculares. No final de março, começou a campanha de vacinação contra a gripe em várias regiões do Brasil. Recentemente, o Ministério da Saúde ampliou o público-alvo da vacinação contra a dengue com doses próximas ao vencimento. Diante disso, e da importância de manter a caderneta de vacinação em dia, surgem algumas dúvidas, como se pode tomar vacina com sintomas de gripe ou Covid. Segundo Rosana Richtmann, consultora em vacinas do Delboni, é recomendado evitar vacinas com sintomas de doença infecciosa, como febre e mal-estar. “O ideal é aguardar pelo menos 72 horas para entendermos a situação e depois fazer a vacinação”, afirma à CNN. Ela explica que é importante esperar o fim da infecção que está causando os sintomas, pois o sistema imunológico pode não responder bem às vacinas nesse período. Além disso, algumas vacinas podem causar reações leves, que podem ser confundidas com sintomas infecciosos. Em 2024, a vacinação contra a gripe será no primeiro semestre em algumas regiões e no segundo semestre no Norte. Quanto à vacina da dengue, foi ampliada para a faixa etária de 6 a 16 anos

Faça seu cadastro para ver o conteúdo deste post

plugins premium WordPress